Cotidiano

Em protesto, Sindsaúde denuncia situação precária do hospital Tarcísio Maia

Sindsaúde denuncia situação precária do HRTM (Foto: Wilton Alves/Mossoró Notícias)
Sindsaúde da regional de Mossoró realizou na manhã desta quarta-feira (24) um ato público em defesa do Tarcísio Maia. Ação foi realizada em frente a própria sede no bairro Nova Betânia.

O Hospital Regional Tarcísio Maia hoje sofre com uma grande carência em vários setores da unidade, desde de um respirador mecânico a falta crônica de leitos, haja vista que vários esquipamentos se encontram quebrado na unidade, como equipamentos de tomografia e endoscopia.

Segundo o sindicato, os servidores do HRTM adoecem com a sobrecarga de trabalho, que também ocorre pela falta de concurso público para suprir a demanda do segundo maior hospital do Estado. Já se contam os mortos na casa das dezenas, só em 2016. 

"Como exigir que uma pessoa doente trabalhe muito, realize grandes esforços? Temos um hospital doente, responsável por atender pacientes igualmente doentes de todo o oeste potiguar. A doença em si começa na política de ajuste fiscal, promovido pelos governos Dilma-PT (que cortou 3,6 bilhões da saúde só em 2015) e Robinson-PSD, que é obcecado em fechar os hospitais públicos de Mossoró e avança no sucateamento do Tarcísio Maia." relatou Sindsaúde

Os funcionários e usuários da unidade exigi a compra de mais respiradores mecânicos, para salvar vidas! Exigi o conserto imediato dos equipamentos de tomografia e endoscopia! Exigi o conserto dos monitores nos leitos de UTI, que estão quebrados e tornam o leito sem utilidade. Exigi mais leitos de UTI, para tirar as dúzias de pacientes que se amontoam nos corredores! Exigi dignidade para servidores e pacientes, que o governo reveja suas prioridades e olhe para a situação do Hospital Tarcísio Maia. 

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.