Esporte

Na prorrogação, América-RN segura o Globo FC e leva o primeiro turno


Uma festa para ficar marcada na história do futebol potiguar. Mais de 17 mil pessoas foram à Arena das Dunas para acompanhar a decisão entre América-RN e Globo FC. O título da Copa Cidade do Natal, o primeiro turno do Campeonato Potiguar, só foi definido na prorrogação. O Mecão se superou, apesar de todo o cansaço, e, por ter feito a melhor campanha da primeira fase, pôde soltar o grito de campeão com o empate por 0 a 0. Com a conquista, o clube garante participação na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil de 2017, além da vaga para a final do estadual deste ano.

Antes de a bola rolar, muitos torcedores de América-RN e Globo FC precisaram de uma dose extra de paciência para enfrentar as longas filas que se formaram nos portões de acesso ao estádio. A demora maior foi registrada do lado americano, em que foi necessária a intervenção policial para acalmar os ânimos dos mais nervosos. As vias de acesso ao estádio também sofreram com o engarrafamento e Polícia Rodoviária Federal precisou modificar algumas rotas para os motoristas. 

Festa na arquibancada

Com grande maioria nas arquibancadas, a torcida do América-RN preparou uma verdadeira festa para a entrada dos jogadores em campo. Um show pirotécnico foi montando no setor Leste do estádio, com foguetes de papel e fumaça vermelha. A empolgação foi tamanha que nem a execução do Hino Nacional calou a torcida alvirrubra. Do outro lado do estádio, mesmo em menor número, os torcedores de Ceará-Mirim não paravam por um momento. Ao som de uma charanga animada que não parou nem no intervalo da partida, cantaram e brincaram até mesmo com o ataque adversário.

Com a bola em jogo, foi a vez de aparecerem os jogadores mais experientes. Ambos capitães de suas equipes, ambos com as camisas 10. Cascata e Renatinho Potiguar foram os maestros das equipes, com muita disposição e força ofensiva. A melhor jogada do primeiro tempo foi de Rômulo, que recebeu livre e bateu rasteiro para a defesa de Rafael.

No segundo tempo, com a entrada do jovem Eduardo, o Globo se lançou mais ao ataque. Sob pressão, o treinador americano colocou o "xodó" dos torcedores, Mateus, e o time ganhou mais velocidade na frente. Atrevido, o camisa 20 americano pedalou na frente do zagueiro Negretti e chutou de fora da área. O goleiro Rafael precisou se esticar todo para mandar a bola pela linha de fundo.

É campeão

Por ter feito a melhor campanha da primeira fase, o América-RN jogava pelo empate na prorrogação para ficar com o título da Copa Cidade do Natal, mas a chance de levantar o troféu motivava os jogadores do Globo a correrem ainda mais pela vitória. Com melhor preparo físico, a equipe de Ceará-Mirim investiu nos contra-ataques. Exaustos, os jogadores alvirrubros tocavam a bola na intermediária, mas sofriam com as cãibras - o atacante Thiago Potiguar desabou no gramado e precisou de atendimento médico para sair de campo. No final do primeiro tempo da prorrogação, o lance mais polêmico de toda a partida. Romarinho partiu pela direita e tentou o cruzamento, mas o zagueiro Flávio Boaventura cortou com o peito. A reclamação do Globo foi geral, pedindo o toque no braço.

 Nos últimos 15 minutos de partida, não houve um torcedor que ficasse sentando na arquibancada. Com todo o público em pé, América-RN e Globo lutaram até esgotarem todas as sua forças e muitos jogadores não aguentaram o cansaço, deixando a partida mais tempo paralisada do que com a bola rolando. Em um lance de muita coragem, o goleiro Rafael saiu da sua área e foi para o ataque, na tentativa de buscar o gol para o Globo. Mesmo cansado, o elenco do América-RN continuou a trocar passes e só esperou o apito final para a torcida soltar o grito de "campeão".

Fonte: GE RN

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.