300 pessoas aguarda na fila do SUS para realizar cirurgias ortopédicas após falta de pagamento da PMM


Em Mossoró, cerca de 300 pacientes com fraturas ortopédicas e traumatológicas aguardam na fila do Sistema Único de Saúde (SUS), o momento de fazer uma cirurgia. No entanto, a falta de pagamento, por parte da Prefeitura Municipal de Mossoró, impede que os procedimentos cirúrgicos sejam realizados.

Pelo menos foi o que denunciou, por meio de seu Twitter, o médico ortopedista e traumatologista, Manoel Fernandes. Em matéria veiculada no Blog Magnos Alves, nesta segunda-feira, 21, o médico confirmou o descaso da municipalidade, perante aos pacientes que aguardam na fila do SUS. “São pacientes de Mossoró. O contrato é com a prefeitura de Mossoró”, disse o médico ao ser questionado sobre a responsabilidade das cirurgias.

Ainda conforme a denúncia, 90% dos casos são pacientes com fraturas de membros, além de artrose, que aguardam próteses e algumas correções de deformidades de membros.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário