Por falta de estrutura, professores decidem suspender aulas em escola municipal de Mossoró


Os professores e servidores da Escola Municipal Professor Manoel Assis decidiram suspender as aulas na unidade por tempo indeterminado. O motivo é a falta de infraestrutura, ocasionada pela morosidade nas obras de acessibilidade, e a insuficiência de profissionais, por causa da falta de pagamento das empresas terceirizadas da Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM).

A diretora da unidade, Geruza Gomes, revela que as obras de acessibilidade iniciaram em outubro do ano passado, com previsão para serem concluídas em dezembro de 2015. No entanto, até o momento, os serviços continuam, prejudicando o funcionamento da escola. As salas com as portas abertas, o material jogado no chão e o pó do granito do piso causando poeira são alguns dos transtornos enfrentados pela comunidade escolar.

“Nós nos reunimos recentemente para discutir a situação e a empreiteira responsável pela reforma nos garantiu que concluiria o serviço em três dias. Passaram-se três semanas desde então e ainda não há previsão para concluir a obra”, diz a diretora. O problema é agravado devido à falta de profissionais para realizar os serviços de limpeza e merendas, uma vez que os trabalhadores terceirizados lotados na escola deixaram de ir porque estão há seis meses sem receber seus salários.

“Os alunos estavam saindo mais cedo devido à falta de merenda. Diante desses problemas, os professores e servidores da escola decidiram suspender as aulas até que a situação se resolva. Não dá para trabalhar nessas condições”, frisa Geruza Gomes.

 A suspensão das aulas está prejudicando 671 crianças matriculadas na escola municipal, das quais 31 são especiais. Geruza Gomes informa ainda que a escola está sem cuidador para as crianças especiais.

No início desta semana, foi realizada uma reunião com a secretária municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Glaudionora da Silveira, para informá-la sobre a situação enfrentada pela unidade. A comunidade escolar também solicitou providências para resolver o problema.

 A secretaria de Educação informou, através de sua assessoria, que obras de acessibilidade na escola estão em fase de conclusão, mas não informou uma data precisa. Já com relação à falta de assistentes de serviço geral (ASGs) e merendeiras, a secretaria assegurou que irá encaminhar servidores terceirizados para atender a demanda. “As aulas devem ser retomadas segunda-feira, 28”, estima a assessoria.

A secretaria acrescenta que assim como ocorre em outras paralisações, os dias de aulas suspensas na Escola Municipal Professor Manoel Assis deverão ser posteriormente repostos.

Fonte: De Fato

Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário