Polícia

Acusado de planejar morte do jornalista F. Gomes é solto pela Justiça


O juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça, da cidade de Caicó, expediu, na quinta-feira, 31 de março, decisão de soltar o comerciante Lailson Lopes, conhecido como “Gordo da Rodoviária”, acusado de ser o mentor do assassinato do jornalista F. Gomes no dia 18 de outubro do ano 2010.

A saída do réu do Centro de Detenção Provisória (CDP) da cidade de Patu/RN foi em atendimento à solicitação feita pelo advogado do acusado em virtude do excesso de prazo, uma vez que Lailson Lopes estava detido desde o dia 22 de fevereiro de 2011. Na decisão, o juiz aponta que a soltura do acusado segue os termos do artigo 5º, inciso LXVI, da Constituição Federal c/c os artigos 310, 311, 312, 313 e 316 do Código de Processo Penal.

Lailson Lopes não poderá mudar de residência sem prévia permissão da Justiça, nem se se ausentar por mais de oito dias sem comunicar o lugar onde poderá ser encontrado. Ele também terá de comparecer diariamente à Penitenciária Estadual do Seridó (PES) para assinar livro de presença e não pode faltar quando intimado para esclarecer atos do inquérito, tampouco ao julgamento.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o assassinato do jornalista e radialista Francisco Gomes de Medeiros, conhecido como “F. Gomes”, foi encomendado por um grupo de quatro pessoas, que pagaram R$ 8 mil a um pistoleiro. O crime teria sido motivado pela insatisfação dos acusados com as denúncias que o jornalista fazia em seu blog pessoal e em emissoras de rádio.

Fonte: Blog Sidney Silva

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.