Dia D contra influenza terá 36 pontos de vacinação neste sábado em Mossoró


A Secretaria Municipal de Saúde realiza neste sábado, 30, o Dia D de vacinação contra Influenza. Serão 36 pontos de vacinação durante a manhã e tarde e mais de 300 profissionais envolvidos. Além de todas as 33 Unidades Básicas de Saúde- UBSs da zona urbana, as vacinas também estão disponíveis no Partage Shopping Mossoró, II Unidade Regional de Saúde Pública- II URSAP e no Hospital da Polícia Militar.

Na zona rural, cada Unidade é responsável por realizar o seu dia 'D' de mobilização, conforme calendário estabelecido pela direção. Desde a última terça-feira, 26, que a vacinação já está disponível à população nas UBSs das zonas rural e urbana. A campanha segue até o dia 20 de maio e tem como objetivo vacinar 80% do público-alvo, composto por 61.449 pessoas. Para se vacinar, é necessário estar com o cartão de vacinação e a carteira de identidade. Quem se vacinou no ano passado deve tomar a vacina novamente. A imunização não é recomendada para quem tem alergia à proteína do ovo.

Serão vacinadas somente pessoas que fazem parte do público-alvo determinado pelo Ministério da Saúde, por serem considerados grupos mais vulneráveis às doenças. Têm direito a imunização idosos acima de 60 anos, crianças de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias, puérperas (45 dias após o parto), grávidas, trabalhadores de saúde, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, adolescentes e jovens sob regime socioeducativo, na faixa etária de 12 a 21 anos.

Além disso, pessoas com condições clínicas especiais ou com doenças crônicas não transmissíveis, independente da idade, podem receber a vacinação. “No entanto, é necessária a apresentação da prescrição médica no ato da vacina, explicando o motivo da indicação da vacinação”, explica a secretária municipal de Saúde, Leodise Cruz.

Outra recomendação é para pessoas com sintomas agudos de alguma doença relacionada ao mosquito Aedes aegypti (dengue, febre Chikungunya ou Zika vírus), que devem aguardar a melhora do quadro clínico para procurar a vacinação contra influenza. “A proteção da vacina é de aproximadamente um ano. Por isso, quem se vacinou no ano passado, deve ser vacinado novamente. É uma vacina segura, que tem reduzido os riscos de hospitalizações em todo o mundo”, recomenda a secretária de Saúde.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário