Dívida milionária pode fazer Centro de Oncologia deixar de fornecer medicamentos, diz vereador


O vereador Genivan Vale, em sessão ordinária realizada nesta quarta-feira (20), na Câmara Municipal de Mossoró, informou que o Centro de Oncologia de Mossoró não dispõe mais de cotas para atendimento de novos casos de câncer. Além disso, o COM pode ficar sem fornecer medicamentos até o final de abril.

“Esta semana visitei o Centro de Oncologia de Mossoró e conversei com os administradores que confirmaram não haver mais cotas para atendimento de novos casos de câncer. Informaram também que o estoque de medicamentos disponíveis no Centro chega ao fim até o final deste mês”, relatou Genivan Vale.

Segundo o edil, as dificuldades enfrentadas pelo Centro de Oncologia se dá pelo não repasse de recursos por parte do Governo do Estado e Prefeitura de Mossoró. De acordo com Genivan Vale, o montante é de R$ 2 milhões. Sendo a dívida de R$ 700 mil da prefeitura de Mossoró e R$ 1,3 milhão do Governo do Rio Grande do Norte.

“Desde de dezembro do ano passado o Centro de Oncologia de Mossoró tem sofrido com as dívidas do município e do governo do Estado. Cerca de R$ 2 milhões deveriam ter sido repassados. Não há como sustentar a prestação de serviços dessa forma. Infelizmente, um serviço indispensável para a sociedade que tem sido deixado de lado pelos governantes”, lamentou o edil.

Por fim, Genivan Vale informou que irá participar de uma agenda do Governador Robinson Faria que acontecerá no município de Assú/RN para solicitar o pagamento da dívida.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário