Pacientes do Centro de Oncologia denunciam suspensão de atendimentos


O grupo Mulheres Poderosas, que reúne pacientes em tratamento contra o câncer no Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró (COHM), denuncia que os atendimentos foram suspensos há 15 dias e não há previsão de quando deverão ser retomados, o que prejudica o quadro de saúde já fragilizado das pessoas que lutam contra a doença.

“Estamos convivendo com dores físicas e na alma, angustiadas pela incerteza e por ver o tratamento que fizemos até hoje ser ameaçado. Muitos pacientes não recebe qualquer tratamento há 15 dias. Estão brincando com nossas vidas, tudo por falta de repasses do Governo do Estado e da Prefeitura”, disse a paciente Aila Mendes.

Aila Mendes, em tratamento contra o câncer de mama há três anos, conta que somente os casos de alta gravidade estão sendo atendidos, mas, até mesmo estes atendimentos correm o risco de serem suspensos. Além da falta de medicamentos usados na quimioterapia, ela afirma que a quantidade de cirurgias realizadas pelo COHM tem caído nos últimos anos.

“Fizemos levantamento e de acordo com os próprios dados do SUS (Sistema Único de Saúde), a quantidade de cirurgias de alta complexidade estão sendo reduzidas a cada ano. No ano 2013, o Centro de Oncologia realizou 1.476 cirurgias do tipo. Em 2014 foram 730 e, em 2015, foram somente 522”, afirma.

A paciente ressalta a importância do COHM para as pessoas com câncer não só em Mossoró, mas também em todo o Estado, milhares de pessoas que, com a suspensão dos atendimentos, conta, não tem a quem recorrer.

Fonte: O Mossoroense
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário