Subnotificação livra Mossoró da lista de municípios com maior incidência de Dengue no RN

UPA´s da cidade, impediram que Mossoró entrasse na lista (Foto: Caio Vale/Mossoró Notícias)
Os municípios de Natal, com 5.648 notificações, Guamaré (2.405), Parelhas (1.335) e Currais Novos com 1.333 lideram o ranking de notificações da Dengue até a 12ª semana de 2016.

As subnotificações, assumidas a partir da interrupção dos exames comprobatórios nas três Unidades de Pronto Atendimento (UPA´s) da cidade, impediram que Mossoró entrasse na lista.

Estimasse que no período de maior incidência da doença na cidade, mais de mil pacientes com suspeita de Dengue eram atendidos diariamente na cidade.

O relatório apresentado pela Sesap aponta para uma subnotificação de casos suspeitos em vários municípios e indica a necessidade de sensibilizar os profissionais de saúde para a responsabilidade de notificarem todos os atendimentos que se enquadrarem na definição de caso suspeito para dengue definido pelo Ministério da Saúde.

“Toda pessoa que viva ou tenha viajado nos últimos 14 dias para área onde esteja ocorrendo dengue ou que tenha a presença de Aedes Aegypti que apresente febre, usualmente entre 2 a 7 dias, e apresente duas ou mais das seguintes manifestações: náuseas, vômitos, exantemas, mialgias, artralgia, cefaleia, dor retroorbital, petéquias ou prova do laço positiva e leucopenia”, recomenda o relatório.

Quanto aos óbitos, o relatório mostra que a ocorrência de grande número no estado, caracterizando uma situação preocupante para a vigilância epidemiológica uma vez que o óbito por dengue é, em sua maioria, evitável.

No ano de 2015 foram notificados 13 óbitos e em 2016 são 81 óbitos, o que representa um aumento de 523% no número de óbitos notificados, destes, 2  para dengue grave, 3 descartados, e os demais em investigação.

Fonte: O Mossoroense
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário