Robinson Faria volta a ser alvo de protesto em Mossoró


Entidades ligadas a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte voltam a protagonizar protesto relacionado ao governador Robinson Faria.

No fim de semana foram espalhados outdoors com cobranças públicas direcionadas ao governador voltadas para o atraso no pagamento dos salários do funcionalismo público estadual, insatisfação agravada pelo não cumprimento de promessas encaminhadas junto a instituição.

No ano passado a Uern acompanhou a maior paralisação da sua história, fato quer acirrou os ânimos com entidades de representação docente, de servidores e estudantes. Em sua primeira visita a Mossoró em 2016, Robinson foi recebido com um grande protesto durante a inauguração do Restaurante Popular no Campus Central.

O Governador deixou a cidade com a promessa de buscar soluções para problemas apresentados pela Aduern, e por uma comissão de universitários envolvidos com o protesto.

Sem respostas, e com o surgimento do impasse relacionado ao atraso de salários do mês de abril, a Aduern anunciou paralisação para o próximo dia 10 e tende a ampliar as ações de embate com o Governo.

Fonte: O Mossoroense
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário