"Caso não consigamos chegar a um acordo, vamos aderir a greve" diz Sindguardas


Em assembleia na tarde desta sexta-feira (03), os Guardas Municipais de Mossoró, decidiram pela greve, a partir da próxima quarta-feira (08) caso não consigam chegar a um entendimento com o Prefeito Francisco José Júnior na reunião da próxima segunda-feira (06).

 Os guarda informaram que todos os plantões extraordinários permanecem entregues (UPAs, UBSs e BICs). 

As demandas exigidas pelos GCMs são: Reposição das perdas salariais; Pagamento dos plantões atrasados e regularidade em seu pagamento; Nomeação dos Inspetores e Subs; Regularização do porte de arma; Cumprimento do lei federal 13.022 no tocante ao comando da Guarda ser de um Guarda de carreira.

"Infelizmente teve de se chegar a esse ponto ainda mais em um mês que a guarda desempenha um papel fundamental no auxílio a segurança do Mossoró Cidade Junina. Estamos na perspectiva de resolver esse embate da melhor forma possível." relatou o GCM Monteiro, Vice Presidente Estadual do SINDGUARDAS/RN.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário