Guardas Civis de Mossoró pedem saída da cúpula da segurança municipal e deliberam por início de greve nesta sexta-feira (10)

O Sindicato dos Guardas Civis Municipais de Mossoró promoveu assembleia na manhã desta segunda (06) na calçada do Palácio da Resistência decidindo pontos importantes da mobilização iniciada na semana passada.

Havia a expectativa do prefeito Francisco José Júnior receber a categoria hoje, o que não ocorreu. O movimento contou com a presença de dezenas de profissionais que há meses aguardam respostas para demandas consideradas urgentes como a regulamentação do porte de arma, por exemplo.

Além do porte de arma, a categoria cobra melhores condições de trabalho, reposição de percas salariais, pagamento de plantões extras, cumprimento da Lei Federal 13.022/2014, saída de Alvibá Gomes da Secretaria Municipal de Segurança Pública e de Jaílson Nogueira do comando da Guarda Civil. Para o diretor do sindicato Michael Gonçalves, a situação está insustentável.

“Aguardamos até agora, mas a gestão nos ignora e sequer nos recebe. Em virtude dessa falta de diálogo e desrespeito com a categoria ficou deliberada a paralisação das atividades a partir da próxima sexta (10)”, afirmou.

Assessoria SINDGUARDAS.

Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário