Polícia Civil fecha vários escritórios de DPVAT com suspeitas irregularidades em Mossoró

Os escritórios foram interditados (Fotos: Dyego Morais/Mossoró Notícias)
A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira, 08 de junho, operação para prender quadrilha suspeita de realizar fraudes no Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) em Mossoró. Policiais realizam buscas por documentos em escritórios localizados em frente ao Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) e nas casas de suspeitos.

Por lei, têm direito a receber o dinheiro do DPVAT as vítimas de acidentes de trânsito, por morte e invalidez permanente total ou parcial. O seguro cobre ainda despesas médicas e hospitalares. As indenizações variam de até R$ 2.700, por vítima, para reembolso de despesas médico-hospitalares, a até R$ 13.500 em caso de morte ou invalidez permanente.

Uma das formas que as quadrilhas encontram para fraudar o DPVAT é dar entrada no requerimento do seguro em casos em que não houve acidente de trânsito, como, por exemplo, pessoas que se machucam jogando futebol ou andando a cavalo.

Carimbo falsificado da Polícia Civil 

Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário