"Estou bem", diz bombeira civil mordida por cobra em Mossoró

"Estou bem" disse Jaqueline ao nosso portal (Foto: Mossoró Notícias)
A bombeira civil, Francisca Jaqueline da Silva Freire, de 24 anos, sofreu na manhã de ontem (06), uma mordida de cobra do tipo Cascavel quando arrumava o sofá de casa em Mossoró.

“Eu fui tirar um lençol que estava em cima do sofá quando a cobra que estava debaixo se assustou e acabou mordendo meu pé.” relatou a jovem ao MOSSORÓ NOTÍCIAS. 

A jovem contou que foi levada para o Hospital Tarcísio Maia (HRTM), onde recebeu os primeiros atendimentos e em seguida ficou sabendo que o hospital não possuía soro antiofídico (medicamento para tratar mordidas de cobras venenosas) e que o único canto que possuía o soro era na capital. 

“Não fui “transferida” para Natal, como foi espalhado, porque não fui em nenhum meio de transporte do Hospital, se não fosse um amigo, não saberia como estava agora.” contou.

A jovem relatou que estava bem, mas que iria passar alguns dias no hospital tratando o ferimento. 

“Estou bem, apenas estou tomando soro para tirar o veneno. O médico disse que a mordida foi de primeiro grau, porque pegou apenas um dente da cobra.” disse a bombeira.

Jaqueline contou que ficou triste com as informações que rolaram nos grupos, dizendo que ela estava em estado grave e que teria até morrido “Essas informações distorcidas assustaram muito meus amigos, quero dizer dizer a eles que “Estou bem”. encerrou a jovem em contado com nossa equipe.

Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário