"Operação Sorriso" fará gratuitamente 40 cirurgias de reparação labial em Mossoró


Mossoró foi a cidade escolhida para a realização do primeiro programa humanitário da Operação Sorriso deste ano e não foi por acaso: há vinte anos não são feitas cirurgias reparadoras de fissuras na cidade – apesar de ser um polo que atende 64 municípios – e há dez anos a Operação Sorriso não vai ao Estado do Rio Grande do Norte. Por isso, pela primeira vez, a equipe de voluntários da organização estará no local para a realização de 40 cirurgias reparadoras gratuitas em pacientes portadores de fissuras labiais (lábio leporino) e/ou palatais (fenda palatina).

A seleção de pacientes acontecerá no dia 4 de agosto, a partir das 8h, no Centro Clínico Prof. Vingt Un Rosado (Rua Afonso Pena, 152 – Bairro Bom Jardim). As cirurgias serão realizadas de 5 a 7 de agosto, no Hospital Wilson Rosado (Rua Dr. João Marcelino, 429 – Centro). Para participar, basta comparecer à seleção no dia indicado levando documentos de identificação do paciente e também do responsável (caso o paciente seja menor de idade). Pacientes e mais um familiar que residam fora de Mossoró poderão solicitar hospedagem gratuita no dia da seleção. A Operação Sorriso também oferecerá transporte do local da hospedagem ao Hospital Wilson Rosado no dia da cirurgia, além de alimentação sem custo aos pacientes.

De 4 a 7 de agosto, voluntários da organização desembarcam na cidade potiguar para a realização de cirurgias gratuitas em pacientes com fissura labiopalatina/ Foto: Odonto Magazine.

“A expectativa é que consigamos identificar os pacientes, triá-los e, se não conseguirmos operar todos, já deixá-los agendados para a próxima missão”, diz Ana Stabel, diretora executiva da Operação Sorriso.

“Estamos firmando parceria com uma organização já reconhecida nacionalmente pelo trabalho exitoso que realiza em diversas regiões do país. O município não medirá esforços para realizar os procedimentos necessários para pessoas que necessitam de correção labial receberem toda a atenção das equipes", completa Leodise Cruz, responsável pela Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró.

Ao todo, 60 voluntários de diversas regiões do Brasil e também do exterior estarão envolvidos no programa em Mossoró. Todos os selecionados possuem experiência em outros programas humanitários da organização e são profissionais de saúde especializados em fissuras labiopalatinas. O processo de credenciamento dos voluntários é coordenado pelo Conselho Multidisciplinar de Saúde da organização, visando garantir um time altamente especializado e todos são aptos a prestar assistência a pacientes em diversas especialidades, como Cirurgia Plástica, Fonoaudiologia, Anestesia, Psicologia e Odontologia.

Como esta será a primeira vez na cidade, existe uma grande expectativa: “Já temos um plano de trabalho para fazer palestras aos novos voluntários locais e treiná-los no atendimento ao paciente”, explica Ana Stabel.

Atendimento continuado

Todos os pacientes que forem operados durante o programa humanitário de Mossoró, retornarão para a consulta pós-operatória no dia 10 de agosto (data prevista), no Centro Clínico Prof. Vingt Un Rosado (Antigo PAM do Bom Jardim), e, durante um ano, farão acompanhamento odontológico e fonoaudiológico com os profissionais de saúde da cidade. Quem não for morador de Mossoró, terá encaminhamento para dar continuidade ao tratamento na cidade onde residir.

Segundo a coordenadora dos programas humanitários, a Operação Sorriso busca a sustentabilidade local, capacitando profissionais da região, principalmente onde existe uma grande demanda.

Mais informações na página do Operação Sorriso Brasil.

Com informações Agende-se
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário