Quatro pessoas foram detidas com armas fogo durante o fim de semana em Mossoró

A Polícia Militar prendeu quatro pessoas entre sábado (23) e domingo (24) após serem flagradas portando ilegalmente armas de fogo na cidade de Mossoró.

Somente no 1º semestre do ano, quase 70 armas de fogo foram apreendidas na cidade pelas forças de segurança pública do estado. Na madrugada do sábado (23), a PM deu voz de prisão a Lair Carlos Gadelha Neto, 32 anos. Ele é suspeito de realizar disparos de arma de fogo dentro de um bar após uma discussão com um garçom.

A PM foi acionada e conseguiu deter o infrator em flagrante ainda de posse de uma pistola.  No bairro do Quixabeirinha, os policiais realizavam um patrulhamento de rotina quando suspeitaram da atitude de Vitor Manoel de Aguiar e Silva, de 33 anos, que ao ser abordado foi encontrado como ele um revólver calibre 38 com seis munições intactas.

No domingo (24) o Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM) foi acionado com informações que um estabelecimento comercial, localizado na Rua Germano Caenga, no Bairro Doze Anos, estaria sendo alvo de arrombadores.  A PM foi ao local e se deparou com dois indivíduos em atitude suspeita.

Com eles a PM apreendeu um revólver calibre 22 com três munições intactas. Eder Monteiro Freire, 24 anos de idade, e Nichardson Diego de Oliveira Duarte, 19 anos, acabaram presos em flagrante. Todos os detidos foram conduzidos à Delegacia de Plantão da Polícia Civil para mais apuração dos fatos e ficaram à disposição da Justiça.

Polícia Militar apreende quase 70 armas de fogo no 1º semestre em Mossoró Durante o 1º semestre deste ano, 216 pessoas foram conduzidas à delegacia, em Mossoró, por delitos praticados no município, entre eles 89 por furtos e roubos, 54 por porte de ilegal de arma de fogo, 24 por consumo e tráfico de drogas, entre outros.

Neste período, a Polícia Militar, por meio dos 2ºBPM e 12º BPM, recuperou 252 veículos, sendo 211 motocicletas e 41 carros, além da apreensão de 67 armas de fogo, sendo 27 revólveres calibre 38. 

Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário