Sindicato dos Radialistas emitem nota após afastamento de apresentador


A nota foi enviada após o apresentador Jota Nobre, ser afastado do seu programa matinal na Rádio Difusora de Mossoró. Segundo fontes, o afastamento de Jota está ligado a política, pois o mesmo não concordava com a divulgação de pautas do então prefeito do município.

A rádio acabou afastando o apresentador pois depende do recurso da PMM. Veja a nota na integra abaixo. 

Nota de Repúdio

O Sindicato dos Radialistas de Mossoró, de Região e Microrregião vem a público repudiar o cerceamento da liberdade de expressão aos profissionais de comunicação em Mossoró, bem como a forte pressão econômica exercida pelo poder Executivo municipal sobre os veículos de imprensa, que prejudica o livre exercício da profissão.

É inadmissível que em pleno século XXI tenhamos que assistir radialistas sendo tolhido do direito de comunicar e de abrir espaços para os ouvintes somente porque suas posições não compactuam com a projeção de cidade ideal feita por uma gestão.

Não podemos assistir passivamente profissionais de imprensa sendo afastados de seus trabalhos e tendo o direito constitucional da livre manifestação de pensamento, expressão e informação tolhido, e o direito ao contraditório desrespeitado. 

Ratificamos nosso repúdio a todo e qualquer tipo de censura, e nos somamos aos profissionais de imprensa que trabalham com seriedade para levar informações plurais aos cidadãos.

Presidente – Francisco Carlos Cavalcante de Assis.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário