Militares irão reforçar as ações de segurança pública no RN até o dia 16 de agosto


O Ministério da Defesa informou que os 1.200 militares liberados pelo Governo Federal deverão ficar no estado até o dia 16 de agosto. Os militares irão reforçar as ações de segurança pública no Rio Grande do Norte, sendo 1.000 militares do Exército e os outros 200 são fuzileiros da Marinha.

Após 48 horas de ataques em Natal e no interior, o Governo do Estado solicitou as Forças Armadas nesse domingo (31), os ataques vem acontecendo desde a tarde de sexta-feira 29 de julho.

Amanhã terça-feira (2), deverá começar o trabalho dos militares, mas o secretário de Segurança e Defesa Social, Ronaldo Ludgren, não divulgou onde eles irão atuar. No fim da tarde de hoje, os representantes das Forças Armadas devem se reunir com o governador Robinson Faria.


* Com informações do Tribuna do Norte
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário