Bancários da Caixa permanecem em greve no RN

Os bancários do RN rejeitaram a proposta apresentada pela Fenaban, mas decidiram seguir a maioria da categoria e retomar o trabalho nesta sexta-feira, 07, nos bancos privados, BB e BNB. A categoria no Rio Grande do Norte entende que o acordo acarreta perdas, pois não repõe a inflação deste ano e engessa a categoria para o próximo ano, em um momento extremamente delicado em que o Governo parte para o ataque à classe trabalhadora. Os bancários da Caixa permanecem em greve com o intuito de avançar nas negociações da pauta específica.

A proposta da Fenaban propõe reajuste de 8% em 2016, mais um abono de R$ 3.500, reajuste de 15% no Vale Alimentação, 10% no Vale Refeição e auxílio creche-babá. Já para 2017 a regra será reajuste pelo INPC + 1% de aumento real. O acordo tem validade de dois anos e prevê o abono total dos dias parados.

Os bancários fizeram uma greve histórica este ano. Uma paralisação que durou 31 dias e fechou todas as agências bancárias da capital. Infelizmente a Fenaban e o Governo Temer não avançaram na proposta, mesmo tendo lucrado R$ 30 bilhões nos primeiros seis meses do ano, os bancos não reconhecem o valor de seus funcionários e se negam a manter o poder de compra da categoria. Para o setor financeiro não existe crise, vale lembrar que em seis meses o setor sozinho lucrou mais do que todos os demais setores da economia juntos.

Além de lutar por reposição das perdas salariais, os bancários também lutam por melhores condições de trabalho, fim da terceirização, mais contratações e concursos, fim do assédio e por garantias de empregos, tendo em vista que, apesar da lucratividade, o setor fechou mais de 13 mil postos de trabalho apenas no primeiro semestre.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário