Campanha de Vacinação Antirrábica será prorrogada até o dia 28 deste mês

Prevista inicialmente para se encerrar na próxima segunda-feira (10), a Campanha de Vacinação Antirrábica de Cães e Gatos do RN será prorrogada até o dia 28 deste mês.  A Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) quer assegurar a quebra da cadeia epidemiológica da doença no Estado.

De acordo com , em 2015 foram registrados 5 casos de raiva canina e em 2016 foram 11 morcegos positivos.  O último caso de raiva humana ocorreu no RN em 2010, mas há, anualmente, em média 27 casos de raiva animal diagnosticados laboratorialmente.

No ano passado o registro de casos de raiva animal foi superior à média anual e foi o maior dos últimos cinco anos, com 39 animais diagnosticados positivo para raiva, sendo cinco cães. O número de casos de raiva canina chama atenção da Vigilância da raiva, pois, de 2005 a 2015, esse foi o ano com maior registro de raiva em cães no estado. Além disso, a variante viral identificada em quatro desses cães foi proveniente de raposa, comprovando a inter-relação entre animais de estimação e silvestres.

O caso de raiva humana de 2010 do RN teve como animal transmissor um morcego. Historicamente, no Rio Grande do Norte, os quirópteros são os animais mais acometidos por raiva, correspondendo a 52,82% dos casos diagnosticados entre todas as espécies encaminhadas para exame laboratorial de raiva. Este ano, dos 14 casos diagnosticados laboratorialmente no RN, 10 ocorreram em morcegos.

 Ministério da Saúde

De acordo com o Manual de Vigilância, Prevenção e Controle de Zoonoses do Ministério da Saúde (2016), a vacina antirrábica animal é a única preconizada e normatizada para uso no serviço público de saúde e constitui uma das ferramentas do Programa Nacional de Vigilância e Controle da Raiva no Brasil. Na campanha de vacinação antirrábica anual o objetivo é a prevenção da raiva nos cães e gatos, uma vez que o cão ainda é considerado como principal transmissor dessa doença para as pessoas, e que cresce a preocupação com a transmissão da raiva por gatos no país.

De 2005 a agosto de 2016, foram registrados no país 33 casos de raiva humana, sendo 54,54% transmitidos por cães. No entanto, nesse último ano, dos três casos de raiva humana diagnosticados no Brasil, em dois deles o animal transmissor foi o gato, que teve como animal fonte de infecção da raiva o morcego.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário