Vaqueiros protestam contra proibição da vaquejada em Mossoró

Concentração foi no Mercado do Bode (Foto: Carlos Costa)
Vaqueiros e montadores do Rio Grande do Norte e de estados vizinhos se concentraram na manhã deste sábado (15) no Centro de Comercialização de Animais “Armando Buá”, o tradicional “Mercado do Bode”, para defender a vaquejada como esporte e tradição do povo nordestino.

O movimento, que acontece em todo Nordeste brasileiro, visa pressionar as autoridades do País para derrubar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de acabar com a vaquejada, por entender que não é esporte e que causa sofrimento aos animais – bois e cavalos.

O movimento organizado pela Associação dos Vaqueiros do RN defende uma tradição de 100 anos, tentar provar que não há sofrimento de animais e ressalta a importância das vaquejadas para a economia do Nordeste.

A entidade obteve uma conquista nesta sexta-feira (14), quando conseguiu a realização da tradicional Vaquejada de Santo Antônio neste fim de semana.

Para isso, a entidade assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual para garantir a integridade física e minimizar o sofrimento e estresse de bois e cavalos que participam da competição.
Compartilhar no Google Plus

0 comentários:

Postar um comentário