Política

Mossoró retoma transporte de pacientes para hemodiálise


O transporte de pacientes para o tratamento de hemodiálise no município foi retomado. Os pacientes dialíticos estavam sem o serviço há 60 dias, mas o retorno desta atividade foi tida como prioridade pela prefeita Rosalba Ciarlini.

O secretário municipal de Saúde, Benjamim Bento, explicou que a gravidade da situação é o motivo do alerta para o funcionamento do serviço. “A prioridade para os pacientes dialíticos é porque a situação é extremamente grave. Eles não podem passar 48 horas sem a cobertura da diálise e infelizmente o risco de morte é grande. Quando a suspensão do tratamento não vem a paralisar o rim, eles têm comprometimento pulmonar ou risco de várias outras doenças”, destacou.

Segundo ele, o problema não é só com os pacientes que precisam de hemodiálise, mas também com transplantados, ou com cirurgias marcadas em Fortaleza e Natal, em se tratando de alta complexidade. “Temos um total aproximado de 40 pacientes por dia, cujo transporte é feito pra Natal para cirurgias ou tratamentos. Os ônibus que transportam pacientes para Fortaleza também estão parados há 60 dias”, relatou.

O secretário alerta ainda que quem tiver consulta marcada para a partir da próxima segunda-feira deve procurar a Central de Regulação, que está localizada no prédio do Centro Administrativo Alcides Belo, até sexta-feira desta semana, porque será retomado o serviço de marcação do transporte. O horário de funcionamento no setor é das 7h às 13h.

Prefeitura trabalha para repor estoque de insulina Lantus

Está em falta há dois meses no abastecimento do município a insulina do tipo Lantus. Benjamim Bento afirmou que já está ciente do problema e que já está tentando providenciar junto ao fornecedor. “Verificamos e no estoque temos os outros tipos, que continuam sendo distribuídos. Sobre a Lantus já está sendo visto com o fornecedor”, disse.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.