Regional

Após rebelião, Alcaçuz tem primeiro dia de visita de familiares

A visita foi liberada às 8h neste sábado (Foto: Fred Carvalho/G1)
Após a rebelião, a Penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta, tem o primeiro dia de visita neste sábado (11). A entrada de familiares dos presos foi liberada às 8h.

De acordo com a Coordenação de Administração da Penitenciária (Coape), as visitas ficaram suspensas por questão de segurança, já que os presos continuavam soltos dentro da Penitenciária de Alcaçuz.

Já no Pavilhão 5, oficialmente chamado de Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga, não foi liberada visita neste sábado.

O Estado deu início à construção de um muro de concreto que irá substituir o muro de contêineres. Segundo o governo, a construção do muro permanente levará 15 dias.

De acordo com o governo, o muro irá separar os pavilhões 1, 2 e 3 (ocupados por membros do Sindicato do RN) dos pavilhões 4 e 5 (dominados pelo PCC). O muro de concreto terá 90 metros de extensão.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.