Brasil

Eike e outros investigados de ligação com Cabral depõem hoje na Polícia Federal

EIKE BATISTA PRESTOU DEPOIMENTO NA POLÍCIA FEDERAL

Investigados pelo Ministério Público Federal nas operações Eficiência e Calicute devem prestar novo depoimento na manhã desta quarta-feira (8), na sede da Superintendência da Polícia Federal do Rio de Janeiro. Entre os depoentes esperados pelos policiais está o empresário Eike Batista, preso preventivamente em 30 de janeiro.

O depoimento será o segundo prestado na PF pelo empresário, que está na penitenciária Bandeira Stampa (Bangu 9). No primeiro depoimento, Eike ficou em silêncio e se reservou o direito de falar somente em juízo.

As operações Eficiência e Calicute são resultado de investigações que tiveram início com a força-tarefa da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro e resultaram em dois pedidos de prisão contra o ex-governador Sérgio Cabral.

Entre as pessoas detidas nas duas operações estão a ex-primeira dama Adriana Ancelmo, o ex-secretário de obras Hudson Braga, o empresário e ex-vice-presidente do Flamengo Flávio Godinho e o publicitário Francisco de Assis Neto – detido na semana passada.

Cabral é acusado de chefiar uma quadrilha que cobrava propinas para garantir vantagens a empresários. Apenas de Eike Batista, o grupo teria recebido US$ 16,5 milhões.

Inquérito concluído

O inquérito que investiga os crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção passiva e ativa na Operação Eficiência foi concluído ontem (7) pela Polícia Federal, segundo comunicado enviado à imprensa na manhã de hoje. O material produzido será encaminhado à Justiça, com o indiciamento de doze pessoas.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.