Brasil

Temer planeja reunir ex-presidentes para discutir reforma política


Após a visita realizada a Lula, na última quinta-feira (2), em solidariedade ao estado de Dona Marisa, mulher do petista, Michel Temer já cogita reunir ex-presidentes para tratar da reforma política.

Quando do encontro no hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, Lula disse a Temer que estava aberto ao diálogo e que o presidente poderia chamá-lo para conversar. “Todos nós aqui temos a responsabilidade de fazer esse país se reencontrar e voltar a sorrir”, declarou o ex-presidente à comitiva presidencial, que contava com pelo menos mais 15 aliados de Temer, inclusive José Sarney.

Foi voltando para ele, segundo informações do blog do Josias, do portal Uol, que Lula relembrou uma viagem feita à África do Sul, para o funeral de Nelson Mandela, a convite de Dilma Rousseff.

Integraram a comitiva presidencial, além de Lula e Sarney, Fernando Henrique e Fernando Collor. “Na volta, combinamos de fazer encontros com certa frequência. Mas, depois de descer a escada do avião, cada um foi pra sua casa e nunca mais nos encontramos.”

De acordo com informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a reunião entre os ex-presidentes já tem a aprovação do Planalto, a única dúvida é sobre o melhor momento para realizá-la. Parte acha que, quanto antes, melhor. Conselheiros do Planalto, no entanto, avaliam que a reunião só seria possível em um futuro mais distante, depois de aprovada a agenda econômica no Congresso.

Outro entrave para a realização do encontro teria a ver com a presidente Dilma Rousseff, que não teve o nome incluído na primeira lista de ex-presidentes pensada por Temer, por causa do episódio recente de impeachment.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.