Mundo

Homem é atacado e morto por cão enquanto dava entrevista à BBC


Um homem de 41 anos, que teve sua identidade preservada, foi atacado e morto pelo próprio cão, um Staffordshire bull terrier, enquanto supostamente gravava uma entrevista para a BBC.

De acordo com as autoridades, o incidente ocorreu na região de Wood Green, ao norte de Londres. Conta-se que a equipe de filmagens da BBC estava gravando no local para a produção de um documentário, quando o cão atacou de forma fatal o próprio dono.

“Estamos cientes de que houve um incidente, mas como há uma investigação em andamento, não podemos comentá-lo”, disse o canal por meio de uma declaração para o site Sky. O homem teria morrido em razão de um choque hipovolêmico e danos nas vias aéreas, todos consistentes com a mordida de um cachorro. Embora tenha sido resgatado com vida, ele foi declarado morto no hospital na terça-feira passada.

O cão foi apreendido pela polícia e levado a um canil que confirmou que o animal não era de uma raça proibida por leis locais (Dangerous Dogs Act). Por meio de um comunicado, um porta-voz da polícia local disse que a morte não foi considerada suspeita, uma vez que constam nos inquéritos que os exames post-mortem revelaram danos consistentes com uma mordida de cachorro.

Com informações Jornal Ciência 

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.