Brasil

Cobrador cadeirante tem 90% do corpo queimado em ataque a ônibus em Fortaleza

Desde quarta-feira, Fortaleza sofre de ataques em ônibus em onda de violência que ocorre na cidade (Foto: TV Verde Mares)

Um cobrador de ônibus deficiente físico teve 90% do corpo queimado durante um ataque ao veículo em que ele trabalhava nesta quinta-feira (20), no Bairro Canindezinho, em Fortaleza.

O cobrador foi socorrido em estado grave ao Instituto Dr.José Frota (IJF), no Centro, onde recebe atendimento médico de emergência.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) informou que cobrador José Nunes de Sousa Neto, 56 anos, foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e depois precisou ser transferido ao IJF. O homem teve queimaduras de primeiro e segundo graus em 90% do corpo, conforme detalhou o sindicato.

Segundo o IJF, o cobrador deu entrada na unidade no início da tarde. Ele precisou ser entubado e seu estado de saúde é considerado grave.

A Empresa Fretcar, onde o José Nunes trabalha, afirmou que presta todo apoio ao cobrador e aos familiares da vítima. Representantes da empresa estão no IJF em busca de informações sobre o funcionário.

Ataques

Pelo menos cinco ônibus já foram atacados nesta quinta-feira na Grande Fortaleza, totalizando 22 em dois dias. Os ataques foram realizados nos bairros Edson Queiroz, Barra do Ceará e Barroso, na capital, e nos municípios de Eusébio e Horizonte.

Um banco e delegacias receberam rajadas de tiros na cidade de Maracanaú e Fortaleza entre a noite de quarta e esta madrugada. Transferências de presos e mudanças nos presídios foram apontadas em uma carta deixada no local de um dos incêndios como sendo motivação para os ataques. Oito pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nas ações criminosas.

Com informações G1/CE

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.