Política

Em nota, Rosalba diz que não recebeu doação da Odebrecht


A prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini, divulgou na noite desta terça-feira, (11), uma nota após ter seu nome citado na lista do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), junto com mais sete políticos do Rio Grande do Norte.

Segundo os delatores, Rosalba teria aceitado em 2010 uma propina de 350 mil para facilitar obras de saneamento básico para empresa no RN. 

Na nota, Rosalba destaca que não recebeu doação da Odebrecht.

A respeito da matéria do jornal o Estado de São Paulo, a prefeita Rosalba Ciarlini esclarece que nunca recebeu doação de campanha da Odebrecht nem durante seu período no Governo do estado do Rio Grande do Norte contratou qualquer obra ou serviço com essa empresa ou o grupo e também não recebeu deles qualquer benefício ou favor.

Isso, por si só, prova a completa improcedência da referência a seu nome.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.