Polícia

Polícia Federal divulga retrato falado de suspeito de matar agente penitenciário em Mossoró


Nesta quinta-feira (13), a Polícia Federal divulgou retrato falado de um suspeito de participação na morte do agente penitenciário federal Henry Charles Gama Filho. A investigação do caso é conduzida pela PF e a Polícia Civil do Rio Grande do Norte. O agente foi executado a tiros, na tarde desta quarta-feira (12), no bairro Boa Vista em Mossoró.

Henry Charles trabalhava no presídio federal de Mossoró. O agente foi morto quando estava em um bar. Criminosos chegaram em um carro e atiraram contra a vítima.

Ainda nesta quarta-feira, no local do crime, a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa começou as investigações. Policiais federais também estiveram na cena do crime para auxiliar nos trabalhos.

Nesta quinta-feira (13), a Polícia Civil confirmou que o trabalho investigativo está sendo feito em conjunto com a Polícia Federal, haja vista que o agente era servidor público federal e existe a possibilidade da morte dele está relacionada com a atividade que exercia.

Inclusive, foi a própria própria Polícia Federal, em Mossoró, que produziu o retrato falado baseado nos depoimentos e descrições feitas por testemunhas do homicídio. Quem tiver alguma informação sobre o suspeito pode denunciar para o telefone 3204-5500. A identidade é mantida em sigilo.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.