Esporte

Técnico relembra experiência de 2010 para motivar Potiguar na decisão

Pedrinho quer pelo menos o terceiro lugar, com isso, precisa vencer (Foto: Luiz Henrique/Globoesporte.com)

A difícil situação do Potiguar de Mossoró depois da goleada sofrida por 4 a 0 para o ABC no primeiro jogo da final da Copa Rio Grande do Norte reduz as aspirações do time na decisão desta quarta-feira, mas não o impede de tentar a vitória simples para garantir o terceiro lugar na classificação geral do estadual. Para motivar a equipe, o técnico Pedrinho Albuquerque utiliza da sua experiência e relembra um episódio ocorrido em 2010, quando esteve à frente do Corintians-RN e disputou a final da competição contra o ABC.

Na ocasião, o ABC venceu o Corintians no estádio Marizão, em Caicó, por 5 a 1. No jogo da volta, no Frasqueirão, o Galo do Seridó conseguiu vencer pelo placar de 2 a 1. O resultado foi insuficiente para o Corintians ficar com o título estadual, mas, na atual situação, daria o terceiro lugar da classificação geral para o Potiguar de Mossoró.

- Estou usando uma tática que usei anteriormente, quando o Corintians perdeu para o ABC por 5 a 1 em 2010: só revelar a escalação dentro do vestiário. (Na ocasião) Eu só revelei a escalação para os jogadores dentro do vestiário do Frasqueirão. Vou fazer o mesmo aqui. Na minha cabeça está definido, mas não vou revelar - contou Pedrinho Albuquerque.

Potiguar treina na Arena das Dunas (Foto: Luiz Henrique/Globoesporte.com)
Mesmo sem revelar, as ausências certas na equipe titular são o zagueiro Claudio Baiano, vetado após sofrer lesão no primeiro jogo; o meia Jozicley, suspenso pelo terceiro cartão amarelo; e o atacante Wellington Sabão, expulso no domingo. Na véspera do jogo, o técnico comandou um treino tático com campo reduzido e bola parada na Arena das Dunas, palco da final.

- Nós temos algumas peças de reposição que vão entrar e eu espero que eles consigam suprir à altura. O grande problema é o ritmo de jogo (dos jogadores), não a qualidade - continuou.

Para reverter a situação e se sagrar campeão da Copa RN, o Time Macho precisa fazer um placar com cinco gols de diferença. Por isso, o discurso do técnico Pedrinho Albuquerque é de tentar a vitória por qualquer placar - o time está com 21 pontos na tabela, um a menos que o América-RN e com menor saldo de gols. O jogo tem início às 19h45.

- A gente sabe que é difícil. Não é impossível, mas é difícil. O ABC conseguiu uma crescente muito grande e nós claudicamos na hora errada. O trabalho agora é mais motivacional, para mostrá-los que há condições de fazer um grande jogo, que se a gente não conseguir sair com um 5 a 0, que seja pelo menos de forma honrosa para ganhar de 1 a 0 e garantir a participação na Copa do Brasil e na Série D do ano que vem. Aí não tem nada melhor para o Potiguar - disse.

Com informações GE/RN

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.