Brasil

"Eu continuarei à frente do governo", diz Temer em novo pronunciamento


Em 12 minutos de pronunciamento neste sábado (20), o presidente Michel Temer afirmou que ingressará no Supremo Tribunal Federal (STF) com um pedido de suspensão do inquérito aberto com a autorização do ministro Edson Fachin para investigá-lo.

Temer também afirmou que não deixará a Presidência. "O Brasil não sairá dos trilhos. Eu continuarei à frente do governo". Foi o segundo pronunciamento em três dias.

Em 7 de março, o presidente recebeu o empresário Joesley Batista, dono do frigorífico JBS. O empresário registrou a conversa com um gravador escondido e depois apresentou a gravação a investigadores da Operação Lava Jato, da qual se tornou delator. Temer afirmou que gravação de conversa foi 'manipulada' com objetivos 'subterrâneos'.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.