Cotidiano

Município inicia rondas em combate à exploração e abuso sexual infantil


A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social e Juventude deu início as rondas pela cidade para combater a exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes. Auxiliado por Guardas Civis Municipais, a equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), junto com grupos do Conselho Tutelar, fizeram o trabalho educacional em bares e restaurantes, conversando com os donos dos estabelecimentos, além de entregar panfletos e orientar populares que estavam nos locais.

Lorena Ciarlini, secretária do Desenvolvimento Social e Juventude, destacou a ação neste mês de maio, que é o de combate à exploração e abuso sexual a criança e ao adolescente. "O objetivo é conscientizar a população, informar e provocar a denúncia através do disque 100 e os números dos conselhos. As rondas, que vão acontecer toda semana, estarão durante a noite toda rodando entre bares, restaurantes, prostíbulos e redes de motéis para caso alguma situação seja deflagrada, seja possível efetivar esse trabalho de combate", explicou.

A gerente de Proteção Especial, Laura Pollyana, relatou o que é feito em caso de alguma constatação de abuso e exploração sexual a alguma criança e adolescente. "O conselho tutelar já vai estar presente para fazer a notificação caso seja necessário. Em caso de encontrar algum adolescente sendo explorado, será acionada a sua família, notificado a citação e a equipe do CREAS irá fazer as recomendações devidas, inclusive com relatórios que serão encaminhados ao Ministério Público para que se possa adotar as medidas cabíveis e tirar o adolescente da situação de violação de direitos", ressaltou.

Ellton Ferreira, psicólogo que trabalha no CREAS, salientou a importância para a criança e adolescente estas ações. "Quando nós botamos panos quentes em casos de violência sexual, isso causa traumas irreversíveis. No Brasil foram criados os CRAS e os CREAS já para dar o devido apoio à essas famílias nesses casos. Nosso papel é fortalecer a família e criança e conseguir minimizar os danos decorridos", disse.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.