Regional

Robinson e Fábio Faria teriam recebido R$ 10 milhões da JBS para privatizar Caern


O governador Robinson Faria (PSD-RN) e seu filho, o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) foram citados nas delações da JBS acusado de receber R$ 10 milhões em propina em troca da privatização da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

Nos acertos com o grupo JBS, o então candidato a deputado federal Fábio Faria e o candidato a governador Robinson Faria, também teriam deixado a oferta para que o grupo "indicasse um secretário estadual" em caso de vitória eleitoral do PSD.

Além das declarações sobre os acertos feitos com o governador Robinson Faria, os empresários da JBS entregaram à justiça outros tipos de provas, como anotações e planlhas com a relação das doações feitas.

Em uma delas, é possível ver "02/10-Robinson Faria-1", em outra "5 milhões Robinson Faria R.G.do Norte". Nesta mesma anotação também é possível ler "0,5 Fátima Bezerra Senadora". Segundo os investigadores, as anotações se referem as datas e valores repassados pela JBS para os políticos potiguares.

Reprodução
De acordo com as informações repassadas pelos candidatos das eleições de 2014, Robinson recebeu R$ 8,5 milhões de doações oficiais da JBS/SA em cinco doações: R$ 1 milhão (em 18/07/2014), R$ 1,7  milhão (em 15/09/2017), R$ 1 milhão  (em 02/10/2014), R$ 700 mil (06/10/2014), R$ 1 milhão (em 18/07/2014), R$ 2 milhões (em 07/11/2014) e R$ 1,1 milhão (em 25/11/2014). Já o deputado Fábio Faria, declarou o recebimento de R$ 1,1 milhão em três doações da JBS/SA: R$ 500 mil (em 18/07/2014), R$ 300 mil (em 15/09/2014) e mais R$ 300 mil (em 06/10/2014).

A senadora Fátima Bezerra declarou, ao TSE, ter recebido o total de R$ 1.165.000 de doações da JBS/SA Frigorífico Abate de Bovinos: R$ 500 mil (em 18/07/2014), R$ 190 mil (em 10/09/2014) e R$ 475 mil (em 15/09/2014).

Com informações Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.