Cotidiano

Aumento da violência prejudica estoque de sangue do Hemocentro de Mossoró


O Hemocentro Regional de Mossoró atende cerca de 630 mil moradores espalhados por 42 municípios do Rio Grande do Norte. De acordo com a assistente social Eciram Silveira, o número de doações, tanto de primeira vez, quanto de repetição, está crescendo, mas como a violência também é crescente, a demanda aumentou. Este cenário afeta o estoque de sangue da unidade, que tem dificuldade de atrair doadores devido à localização.

“Nós ficamos no extremo da cidade. Por isso temos dificuldade de o doador vir para cá. A gente tem uma meta de colher por mês cerca de mil bolsas de sangue, essa meta foi crescendo com o tempo. Desde o ano passado que Mossoró e região teve um aumento considerável na violência urbana. Então, em virtude das urgências e emergências, que é aquele sangue que a gente não prevê que vá ser utilizado, tivemos um aumento considerável na demanda”, disse a assistente social.

Para driblar o problema, o Hemocentro de Mossoró valoriza a fidelização de doadores. Para o advogado Diego do Vale, 33 anos, solteiro, morador do bairro Alto da Conceição, a falta de interesse do cidadão em doar sangue atrapalha a melhora da situação do hemocentro. Ele garante que o ato solidário, além de fazer bem a tanta gente que precisa de sangue, faz o doador se sentir muito bem.

“Eu acredito que é uma forma de você retribuir, de você agradecer pela saúde que tem. Eu confesso que eu me sinto muito bem quando eu vou lá, faço a minha doação. É um negócio assim que eu faço de coração mesmo, uma forma de você ajudar o próximo. Principalmente quando você faz isso de forma voluntária, espontânea, que você está fazendo para uma pessoa que você não sabe nem quem é. Acho que não falta esclarecimento do povo, falta só um pouco mais de interesse de ir lá com mais periodicidade”, afirma.

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos e estar com boa saúde.  O Hemocentro de Mossoró está localizado na Rua Projetada, no Setor Aeroporto, ao lado do Hospital Regional Tarcísio Maia.  O atendimento é de segunda a sábado, 7h às 18h. O telefone é 3315-3102.

Além do Hemocentro de Mossoró, o Rio Grande do Norte conta com outras duas unidades: em Natal e em Caicó. Já os centros de coleta são em Currais Novos e Pau dos Ferros. Há também duas unidades móveis que atendem toda a região metropolitana de Natal até Parnamirim.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.