Política

Prefeitura e Ufersa discutem parceria para incentivo ao ingresso no ensino superior


A prefeita Rosalba Ciarlini recebeu na manhã desta quarta-feira, (21), uma equipe da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), com uma proposta de parceria para um cursinho preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

O motivo da parceria é incentivar os estudantes mossoroenses de baixa renda no ingresso ao ensino superior, visto que, baseado nos números da Universidade no último Exame, foram 30.423 inscritos pelo Sistema de Seleção Unificado (SiSU), destes 23.210 alunos com endereço no Rio Grande do Norte e 8.732 em Mossoró. Os aprovados com residência em Mossoró foram apenas 381 estudantes.

Atualmente, a Ufersa possui um total de 10 mil alunos, destes 2.911 com endereço de Mossoró, referente a 29,11%. “Há uma preocupação, pois mesmo a universidade sendo federal, ela é de Mossoró”, destacou a assistente social Carmem Tassiany Alves.

A parceria visa a realização de um cursinho preparatório, com encontros semanais, que colaboraria de forma gratuita para a preparação dos candidatos. O projeto também tem o objetivo de evidenciar a dinâmica educacional dos alunos de diversos cursos da Ufersa, que estarão em um processo de ensino-aprendizagem das disciplinas requisitadas pelo Exame.

“Os alunos já estavam fazendo isso, mas de forma amadora, apenas para 20 alunos que iam se submeter ao Enem, foi quando surgiu a ideia de um projeto de extensão, que possibilitaria inclusive beneficiar outros candidatos ao Enem”, continuou a assistente social.

A prefeita Rosalba Ciarlini recebeu bem a ideia e sugeriu que novas vagas e que os alunos de baixa renda a ser beneficiados passassem por uma triagem feita pela Secretaria do Desenvolvimento Social e Juventude. “Apesar do ensino médio ser de competência do Estado, nós somos de Mossoró e temos interesse em incentivar os estudantes daqui. Vamos ver todos os tramites legais para a realização desta parceria”, disse.

A secretária do Desenvolvimento Social Lorena Ciarlini afirmou que a ideia é tirar os jovens da vulnerabilidade. “Inserir os jovens em um meio estudantil, de qualificação profissional, cidadania e educação”, destacou.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.