Cotidiano

Rainha LGBT foi o grande destaque do Concurso de Quadrilha Tradicional


É cada vez mais comum nos grupos juninos a presença de meninos que dançam quadrilhas vestidos de meninas. E esse espaço está ficando cada vez maior e ocupando também posições de destaque dentro das quadrilhas. Os LGBTs não ficam mais restritos à produção de figurino, maquiagem e cabelo. Além de tudo isso, eles e elas agora brilham nas quadras da capital e também do interior recebendo o respeito e principalmente os aplausos dos espectadores que viram a madrugada acompanhando as apresentações.

No Concurso Estadual de Quadrilha Tradicional, realizado na noite deste domingo, 25, na Arena Deodete Dias, o grande destaque da noite foi a Rainha da Quadrilha Explosão Matuta, da cidade de Rodolfo Fernandes. Renata Rayara é o nome social de Renato Monteiro, que além de rainha é também presidente do grupo junino. A majestade da Explosão Matuta emocionou a plateia com sua apresentação solo girando pelo salão, exibindo seu vestido luxuoso e ostentando uma coroa que a faz dela uma grande rainha.

Mas não ficou por aí. A rainha ainda desceu uma escada dançando e girando em cada degrau. O coração da torcida parou com receio de um tombo da rainha, mas logo em seguida veio aplausos e ela foi ovacionada. “Nada vale mais que essa emoção de ver seu trabalho reconhecido através do carinho do público. Saudar a arquibancada e receber o aplauso é melhor do que qualquer premiação”, garante a rainha Renata Rayara.

Mas a participação e o sucesso dos LGBTs nas quadras juninas suscita um importante debate que envolve preconceito, homofobia e respeito à diversidade. A mesma pessoa que aplaude o gay ou a lésbica, além dos bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros, pode ser a mesma pessoa que nos outros meses do ano pratica o preconceito.

“Eu moro em uma cidade pequena e esse carinho que é demonstrado no mês de junho se repete nos outros períodos do ano comigo. Mas eu sei que tem muito gay por aí que sofre com a homofobia e agressão. Esse amor, essa demonstração de afeto no São João nos diz que é possível vencer o preconceito e mostrar que o LGBT merece respeito como qualquer outro cidadão, seja ele hétero ou homo”, alertou a rainha.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.