Cotidiano

Sesap realiza capacitação sobre Vigiagua em Mossoró

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio da II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), com sede em Mossoró, e Programa Regional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (VIGIAGUA) realizará no período de 12 a 14 de junho no auditório da II Ursap uma Capacitação sobre o Programa de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua).A Portaria nº 2.914, de 12-12-2011, dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade.

O evento terá como instrutores técnicos da Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (SUVAM). A proposta é capacitar os colaboradores para a correta aplicação das técnicas de coleta e preservação de amostras de água de consumo humano.

“O consumo de água segura é de importância vital para a sadia qualidade de vida e de proteção contra as doenças, especialmente aquelas evitáveis, relacionadas a fatores ambientais e que têm assolado populações em todo o mundo. A vigilância da qualidade da água para consumo humano é uma atribuição da área de saúde há mais de três décadas e consiste em um conjunto de ações a serem adotadas pelas autoridades de saúde pública objetivando garantir que a água consumida pela população atenda ao padrão e normas estabelecidas na norma vigente”, disse o coordenador do VIGIAGUA da II Ursap, Saint Clair Lopes de Medeiros.

“O acesso à água perpassa pela garantia do serviço contínuo, isto é, sem intermitência no fornecimento e pela garantia da qualidade. Para tanto, é fundamental manter o trabalho integrado entre o setor saúde, responsáveis pelo fornecimento de água, órgãos ambientais/recursos hídricos, sociedade, dentre outros, na busca da universalização dos serviços de abastecimento de água”, garantiu.

Os objetivos específicos do Programa VIGIAGUA são reduzir a morbi-mortalidade por doenças e agravos de transmissão hídrica, por meio de ações de vigilância sistemática da qualidade da água consumida pela população; buscar a melhoria das condições sanitárias das diversas formas de abastecimento de água para consumo humano; avaliar e gerenciar o risco à saúde das condições sanitárias das diversas formas de abastecimento de água; monitorar sistematicamente a qualidade da água consumida pela população, nos termos da legislação vigente; informar a população sobre a qualidade da água e riscos à saúde; apoiar o desenvolvimento de ações de educação em saúde e mobilização social e coordenar o Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água (SISAGUA).

Segundo o gerente da II Ursap, Ruidenberg Ferreira Souto (Dr. Beguinho) o objetivo do evento é elaborar uma estratégia técnica para implementar as atividades de vigilância da qualidade da água para o consumo a partir da análise do risco representado pelo seu abastecimento. É importante que sejam implantadas ações que possam melhorar as condições sanitárias da água para evitar a disseminação de doenças, esclarece o gerente.

De acordo Dr. Beguinho, toda água destinada ao consumo humano, distribuída coletivamente por meio de sistema ou solução alternativa coletiva de abastecimento de água, deve ser objeto de controle e vigilância da qualidade da água e deverá passar por processo de desinfecção ou cloração.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.