Brasil

Ator que viveu traficante em 'Cidade de Deus' é suspeito de matar PM


Um dos três suspeitos de assassinar o sargento Hudson de Araújo, domingo, no Morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio, já integrou uma famosa quadrilha de traficantes, mas não na vida real: Ivan da Silva Martins, de 34 anos, foi figurante no filme “Cidade de Deus”, um dos maiores sucessos internacionais do cinema brasileiro. Hoje, além da morte do policial, ele é procurado por chefiar o tráfico de drogas na favela da Zona Sul do Rio.

A informação foi obtida pelo “RJTV’’, da TV Globo. Numa das fotos mais emblemáticas do longa-metragem, lançado em 2002 e indicado ao Oscar de melhor diretor, roteiro adaptado, edição e fotografia, Ivan aparece perto de Zé Pequeno, interpretado pelo ator Leandro Firmino da Hora e um dos protagonistas.

Na época, era chamado de Ivanzinho e participava de projetos sociais no Vidigal, que o levaram a ser conhecido pelos produtores do filme. Mas o rapaz não seguiu o caminho artístico. Com cinco anotações criminais na polícia, é conhecido atualmente como Ivan, o Terrível.

O sargento Hudson foi o primeiro PM morto no Vidigal desde a instalação da UPP, em janeiro de 2012. Aos 46 anos, ele foi o 91º PM assassinado este ano no Rio. O enterro acontece hoje, às 16h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap.

— Enquanto o Pezão está na vida boa, o meu filho está morto — criticou a mãe, Maria da Glória, de 74, referindo-se ao governador.

Na manhã desta segunda-feira, o Batalhão de Ações com Cães (BAC) fez operação no Vidigal, mas ninguém foi preso.

Com informações Extra

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.