Cotidiano

Vigilantes da UERN decidem manter paralisação após nova reunião


Após reunião na manhã desta quarta-feira, (12), os vigilantes da RN Segurança decidiram manter a paralisação iniciada na segunda-feira (10). Segundo o Sindicato Intermunicipal dos Vigilantes do Rio Grande do Norte (Sindisegur), os vigilantes só voltam a trabalhar se a empresa pagar os salários atrasados de maio e junho, além do Vale-Alimentação dos respectivos meses. 

A empresa RN Segurança alegou não ter dinheiro e sinalizou pagar somente o mês de maio, o que foi rechaçado pelos vigilantes que aprovaram por unanimidade a continuidade da greve.

Em nota na última segunda-feira, (10), a UERN destacou que o dinheiro não foi repassado a empresa por falta de envio de alguns documentos. De acordo ainda com a nota, a empresa chegou a ser notificada. 

"Com relação às faturas pelos serviços prestados pela RN Segurança nos meses de maio e junho de 2017, a UERN ainda não recebeu a documentação exigida para dar prosseguimento ao processo. A empresa precisa enviar os relatórios, lista de funcionários, bem como comprovações de salários, FGTS e INSS e, portanto, estas faturas ainda não se encontram aptas a pagamento. Por conseguinte, notificamos a empresa por atraso na quitação desses salários." destacou a nota.

As aulas e atividades administrativas da UERN serão retomadas assim que os vigilantes voltarem ao trabalho.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.